GESTÃO DA INDÚSTRIA PETROLÍFERA

18,00 €
Com IVA 2 dias

Autor: Patrício Wanderley Quingongo 

Editora: Perfil Criativo - Edições

Ano de publicação:  Junho de 2018 - Primeira edição

ISBN: 978-989-99924-9-8

Depósito Legal (Angola):8358/2018

Depósito Legal (Portugal):439494/18

Nº de páginas: 122

Capa: Mole com badanas

Medidas (Alt. x Larg. x Lombada):  170 x 240 x 11 mm

Peso: 0,260 Kg

Colecção: 

Observações: 

Observações: Este livro pode ser encomendado nas livrarias em Angola e Portugal

Vantagens de comprar online

  • Preço cliente online: menos 10% face ao preço de loja física.

  • Entrega imediata em loja física mediante disponibilidade de stock.

  • Envios grátis para Portugal.

  • Apoio online nas encomendas e devoluções.

Quantidade
Disponível

Última vez que este produto foi adicionado a um carrinho: 2018-06-08

  • Segurança:
A Loja dos Autores utiliza medidas de segurança para evitar a perda, abuso, alteração, uso não autorizado ou roubo dos seus dados pessoais. Segurança: A Loja dos Autores utiliza medidas de segurança para evitar a perda, abuso, alteração, uso não autorizado ou roubo dos seus dados pessoais.
  • Entregas:
Portugal: 2 dias úteis (envios grátis); Europa: 7 dias úteis; Resto do mundo: 15 dias úteis; Angola: Pode ser levantado nas nossas instalações em Luanda, a partir de Setembro de 2018. Entregas: Portugal: 2 dias úteis (envios grátis); Europa: 7 dias úteis; Resto do mundo: 15 dias úteis; Angola: Pode ser levantado nas nossas instalações em Luanda, a partir de Setembro de 2018.
  • Devoluções:
Queremos que se sinta completamente satisfeito com a sua compra!
Pode devolver a sua encomenda no prazo de 5 dias, nas mesmas condições em que a recebeu, enviando um email para 
info@autores.club indicando o motivo da devolução. Devoluções: Queremos que se sinta completamente satisfeito com a sua compra! Pode devolver a sua encomenda no prazo de 5 dias, nas mesmas condições em que a recebeu, enviando um email para info@autores.club indicando o motivo da devolução.
PayPal

Apesar da sua riqueza em petróleo e abundância em recursos naturais, Angola continua a ser considerada como um país de maldição de recursos (resource curse), com alto nível de analfabetismo e mortalidade infantil. O governo foi incapaz de gerir os ganhos inesperados do petróleo, criar um mecanismo para distribuir eficientemente as crescentes receitas petrolíferas e transformá-las em melhor qualidade de vida para o povo, diversificar a economia e reduzir os níveis de pobreza e desigualdade.(...) Por isso, Angola precisa de aumentar o nível de transparência nas transacções petrolíferas e assim reduzir a corrupção, desenvolver programas de formação de quadros nacionais para eficazmente melhorar o programa de angolanização e a promoção do conteúdo local. (...)

Este estudo revela os principais problemas da gestão da indústria petrolífera angolana e fornece orientações que podem ser utilizadas para os superar. A conclusão indica que estão disponíveis marcos teóricos, ferramentas de gestão, e é necessário um compromisso firme do governo para implementar estas orientações.

Índice

Prefácio de Carlos Rosado de Carvalho

Audiência

Introdução

CAPÍTULO 1 [Introdução]

1.1 Visão geral

1.1.1 Gestão da indústria petrolífera angolana

1.2 Propósitos e objectivos

1.2.1 Perguntas pesquisadas

1.3 Importância desta pesquisa

1.4 Sinopse

CAPÍTULO 2 [Revisão da Literatura. Case Study: Gestão da indústria de petróleo e gás de Angola]

2.1 Introdução

2.1.1 Breve História da indústria petrolífera de Angola

2.2 Visão geral da indústria

2.2.1 Ciclo de vida de um projecto petrolífero

2.2.2 O papel da OPEP

2.2.3 Investir na indústria do petróleo

2.3 Exploração e produção (E&P)

2.3.1 Exploração e produção em Angola

2.3.2 Negociações e gestão de concessões

2.4 Operações downstream e midstream

2.5 Principais companhias internacionais que operam em Angola

2.6 Quadro jurídico e regime fiscal

2.6.1 Problemas do regime fiscal angolano

2.7 Governança e transparência na indústria de petróleo e gás

2.7.1 O papel da Sonangol

2.7.2 Capacidade institucional

2.7.3 Corrupção e transparência

2.7.4 Maldição dos recursos (resource curse)

2.7.4.1 O papel das companhias petrolíferas estrangeiras

2.8 Regulamentos ambientais globais

2.8.1 Questões ambientais em Angola

2.8.2 Mudança climáticas globais e relutância em adoptar a redução de emissões de CO2

2.9 Mercados de petróleo

2.9.1 Preços do petróleo

2.9.2 Preços de referência do petróleo bruto (benchmark)

2.9.3 Volatilidade dos preços do petróleo bruto

2.9.4 Preços do petróleo e a crise financeira

2.9.5 Actual crise financeira em Angola

2.9.6 Gestão dos preços do petróleo

2.10 Gestão do boom do petróleo (oil windfalls)

2.11 Utilização das receitas petrolíferas

2.12 Empréstimos de petróleo de Angola

2.13 Angolanização e conteúdo local

2.13.1 Ensino de petróleo e gás em Angola (formação)

2.14 Resumo do capítulo

CAPÍTULO 3 [Metodologia da Pesquisa]

3.1 Metodologia

3.1.1 Posição do pesquisador

3.1.2 Problemas éticos

3.2 Projecto de pesquisa e recolha de dados

3.3 Validade e credibilidade

3.4 Resumo do capítulo

CAPÍTULO 4 [Resultados e Análises]

4.1 Introdução

4.2 Respostas ao questionário das entrevistas

4.2.1 Resposta à 1ª questão: recrutamento de pessoal, desenvolvimento e eficácia nos recursos humanos.

4.2.1.1 Análise da 1ª questão

4.2.2 Resposta à 2ª questão: Negociações e regime fiscal

4.2.2.1  Análise da 2ª Questão

4.2.3 Resposta à 3ª questão: Transparência

4.2.3.1 Análise da 3ª questão

4.2.4 Resposta à 4ª questão: O papel da Sonangol

4.2.4.1 Análise da 4ª questão

4.2.5 Resposta à 5ª questão: Resource curse

4.2.5.1 Análise da 5ª questão

4.2.6 Resposta à 6ª questão: Problemas ambientais

4.2.6.1 Análise da 6ª questão

4.3 Resumo do capítulo

CAPÍTULO 5 [Conclusão e Recomendações]

5.1 Introdução

5.2 Resumo das descobertas gerais (findings)

5.3 Resultados em relação às questões da pesquisa

5.4 Políticas e recomendações

5.4.1 Recomendações para o Governo angolano

5.4.2 Recomendações para a Sonangol

5.4.3 Recomendações para os cidadãos angolanos

5.5 Limites da pesquisa

5.6 Área para pesquisa adicional (further research)

5.7 Resumo e conclusões

BIBLIOGRAFIA

GLOSSÁRIO

REFERÊNCIAS

Apêndice 1: Lista das companhias petrolíferas que operam em Angola

Apêndice 2: Estrutura da indústria petrolífera angolana

Apêndice 3: Evidências de corrupção

Apêndice 4: Questões feitas nas entrevistas

EDI_0000_18_PC-E
10 Itens
2018-06-15