• -15%
  • Novo

Angola: desde antes da sua criação pelos portugueses até ao êxodo destes por nossa criação - Edição Especial - Vol. I

69,81 €
59,34 € Poupe 15%
Com IVA 20 dias

Autor: Carlos Mariano Manuel

Editora: Perfil Criativo - Edições

Ano de publicação: Maio 2021

ISBN: 978-989-54937-8-4

EM PRODUÇÃO - TIRAGEM LIMITADA (COLECCIONADORES)

Disponível para entrega: Abril/Maio de 2021

Livro de Luxo: Envios Registados (custo acrescido)

Número de páginas: 696

Nota do Editor: "Uma grande parábola"

Reserva de exemplares: encomendas@autores.club

Leitura Livre: Volume I

Quantidade
EM PRODUÇÃO

  • Segurança:
A Loja dos Autores utiliza medidas de segurança para evitar a perda, abuso, alteração, uso não autorizado ou roubo dos seus dados pessoais. Segurança: A Loja dos Autores utiliza medidas de segurança para evitar a perda, abuso, alteração, uso não autorizado ou roubo dos seus dados pessoais.
  • Entregas:
O cliente pode optar pelo envio grátis, em correio editorial CTT, sem registo. Para países onde os correios não funcionam correctamente é aconselhado a encomenda ir registada, desta forma pode acompanhar a entrega e reclamar se não for entregue.  Entregas: O cliente pode optar pelo envio grátis, em correio editorial CTT, sem registo. Para países onde os correios não funcionam correctamente é aconselhado a encomenda ir registada, desta forma pode acompanhar a entrega e reclamar se não for entregue.
  • Devoluções:
Queremos que se sinta completamente satisfeito com a sua compra!
Pode devolver a sua encomenda no prazo de 10 dias, nas mesmas condições em que a recebeu, enviando um email para 
info@autores.club indicando o motivo da devolução. Devoluções: Queremos que se sinta completamente satisfeito com a sua compra! Pode devolver a sua encomenda no prazo de 10 dias, nas mesmas condições em que a recebeu, enviando um email para info@autores.club indicando o motivo da devolução.

ÍNDICE - VOLUME I

O Autor
Agradecimentos
Prefácio I, por Marcolino Moco
CAPÍTULO I
Nótulas sobre o papel instrumental do legado da ordem dos pobres cavaleiros de cristo e do templo de salomão (templários) para as expedições marítimas dos Portugueses e a situação na região subsaariana prévia à sua chegada

  • A origem e evolução do povoamento humano 
na África Subsaariana
  • A evolução do conhecimento sobre a geografia física 
do continente
  • Os Chineses anteciparam-se aos Ibéricos na chegada à África, 
à
  • América e na circum-navegação do globo

  • A expansão Euro-Ocidental e sobretudo a Ibérica 
para a costa Ocidental de África
  • A relação entre o cristianismo, os cavaleiros do templo 
(templários) e a epopeia das viagens marítimas 
dos Portugueses

CAPÍTULO II
O Reino ou Império do Congo

  • O processo que conduziu à integração da região meridional do Congo na colónia de Angola
  • A origem do Reino do Congo “Em como os muxicongos nunca tiveram ídolos e do bom natural desta gente”
  • A chegada pacífica dos Lusos ao Congo ocorreu noventa e três anos antes de terem iniciado a conquista do Ndongo e a fundação de Angola
  • Os conhecidos soberanos do reino ou império do Congo, desde antes da chegada dos europeus até ao ano de 1961
  • Em como a introdução do cristianismo foi também instrumental para o domínio e causa de profundas perturbações no Congo
  • O virtuosíssimo segundo rei católico do Congo, Mbemba - Nzinga ou D. Afonso I
  • Expedição mineira Luso – Alemã enviada pelo rei Português D. Manuel I, para prospectar e explorar minérios e outros recursos naturais do Congo
  • As primeiras manifestações de subversão urdidas pelos hóspedes, contra as instituições do reino anfitrião
  • A consolidação do prestígio internacional do reino, exemplificada com o envio a Roma de Nsuca Nvunda ou D. António Manuel Nvunda, como primeiro embaixador Africano na Santa Sé
  • A desobediência das autoridades coloniais de Luanda às determinações régias de Portugal, que as dissuadiam à realização da guerra contra o Congo, no fim do interlúdio Batávio em angola

CAPÍTULO III
A batalha da Ambuíla

  • O imperativo consistente no enfraquecimento militar e político do Congo para a afirmação do projecto colonial português: os detalhes da realização da batalha de Ambuíla
  • Vontades desavindas em Lisboa, Luanda e Mbanza Kongo: a torrente epistolar prévia à deflagração dessa batalha histórica
  • Pompas fúnebres realizadas em Luanda pelas autoridades Portuguesas em homenagem ao Rei Muana Malaza ou Nvita Nkanga ou D. António I do do Congo, herói-mártir da Batalha de Ambuíla
  • As sequelas registadas no reino ou império do Congo, ulteriores à Batalha de Ambuíla

CAPÍTULO IV
“Génesis” de Angola

  • Questões de onomástica relacionadas com o topónimo “Angola”
  • Diligência do Rei Mbemba Nzinga ou D. Afonso I do Congo junto do seu homólogo Luso, para o envio por este de sacerdotes católicos ao Ndongo
  • A usura para a exploração de minérios e a demografia, tida como fonte inesgotável para o tráfico de escravizados, determinaram a emissão da donataria para a conquista do território e a fundação de Angola
  • Carta de donataria (equivalente nos tempos hodiernos ao título de concessão de terras), que criou Angola
  • Transcrição e tradução do original da carta de donatária de 1571

CAPÍTULO V
Início e sequência das guerras de conquista e criação de Angola
 
CAPÍTULO VI
O determinante contributo do relatório de Domingos Abreu de Brito para a ampliação da donataria e a sua conversão em Colónia de Portugal

  • O fim da era de Paulo Dias de Novais
  • O primeiro grande desaire dos conquistadores em Angoleme – Aquitambo

CAPÍTULO VII
Balanço dos primeiros três lustros desde a fundação da conquista e actualização das estratégias para a sua sucessiva ampliação

  • Angola sob a coroa Espanhola e a avaliação da sua viabilidade como colónia
  • O local onde ocorreu a maior derrota dos conquistadores Lusos, os sonhados minérios de Cambambe e a sua visão em encontrar o caminho de acesso ao Oceano Índico

CAPÍTULO VIII
Nomeação do primeiro e dos subsequentes governadores de Angola e a desilusão decorrente da inexistência de minas de prata nas serras de Cambambe

  • A desilusão provocada pela ausência de prata nas serras de Cambambe
  • Sucessão na família real Mbandi de Ngola pela Ginga
  • Assunção do reino do Ndongo pela Rainha Ginga Mbandi
  • Cativeiro das irmãs de Nginga Mbandi em São Paulo de Luanda
  • O agravamento do tráfico de escravizados no Ndongo
  • A transposição do método empregue na ocupação de Angola para Benguela
  • Alguns de muitos exemplos da toponímia residual e colonial de Luanda
  • A breve substituição do domínio Luso pelo Batávio em Angola

CAPÍTULO IX
O triunfo das forças comandadas por Salvador Correia de Sá e Benevides sobre os Holandeses e a acentuação da dependência da colónia em relação ao Brasil
 
CAPÍTULO X
O desmoronamento progressivo do reino do Ndongo, conversão ao catolicismo, sacramentação matrimonial, falecimento da Rainha Nginga Mbandi e sua sucessão atribulada e tumultuosa

  • Local que abriga os túmulos de Ngola Kiluanji Kia Samba e Njinga Mbandi (ou Ana de Sousa) situada na comuna de Cabombo, município de Marimba, na Província de Malanje

CAPÍTULO XI
A ocupação e constituição do presídio de Pungo-a-Ndongo e a conquista da Matamba pelos Portugueses

  • A entrada no século XVIII em Angola assinalada com o mau augúrio de uma casual severa tempestade em Luanda
  • A expansão da conquista de Angola na frente de Benguela
  • O reino do Bailundo

CAPÍTULO XII
A escravatura e o tráfico de escravizados em Angola - contextualização geral

  • As causas principais e as acções inaugurativas do tráfico de escravizados realizado pelos Portugueses
  • Magnitude do tráfico de escravizados saídos do actual território de Angola, comparado ao de outras origens africanas
  • Absoluta dependência do desenvolvimento das capitanias do Brasil da mão de obra de escravizados, provenientes do actual território de Angola
  • A desumanidade nas condições de transporte marítimo dos escravizados
  • Luanda: cidade nascida do tráfico de escravos

INTERLÚDIO PARA REFLEXÃO
Os padrões Portugueses na costa Atlântica da África Austral e o equívoco de Angola haver sido fundada em 1482

978-989-54937-8-4

Também poderá gostar

chat Comentários (0)